28 de julho de 2013

Tá doendo?



Tá doendo? Porque essa é a minha intenção. Não me entenda mal, mas eu sofri muito na tua mão e é quase que um prazer te ver sofrendo assim. Lembra de quando eu disse que doía? Acho que agora você concorda comigo. Porque não é fácil entrar na vida de uma pessoa, agir como se ela fosse a sua favorita no mundo e depois simplesmente ir embora. E toda vez que eu dizia que te amava, você respondia que isso era coisa da minha cabeça. E eu sempre sussurrava para mim mesmo: Não é da cabeça, é do coração.
  Pedro Pinheiro