8 de agosto de 2013

Não foi nada muito intenso...

Não foi nada muito intenso e também sei que não vai ser perpetuo. Mas tudo favoreceu. Você estava lá, do outro lado da rua. Os cachos soltos ao vento, o sorriso largo e esbranquiçado, o lábio levemente rosado e aqueles olhos claros. Ah, aquele imenso e infinito mar azul em forma de par de olhos, que quando encontraram os meus, foi o suficiente pra me fazer sentir de novo. Sim, eu te amei. Por alguns segundos, do outro lado da rua, eu te amei.
  Querido John