5 de agosto de 2013

Não foi fácil te esquecer, confesso...

Não foi fácil te esquecer, confesso. Mas foi preciso, pela minha felicidade. E até porque, um coração, não é capaz de amar por dois.” 
 
  Pedro Pinheiro.