5 de agosto de 2013

É claro que tenho arrependimentos...

É claro que tenho arrependimentos, mas não fico debruçada neles. Certas coisas precisam ficar no passado, outras tantas necessitam ser superadas. Sabe aquela frase “que vive de passado é museu”? É a mais pura verdade. Gosto de olhar para frente, de ter esperança. Olhar para trás, muitas vezes, traz uma espécie de rancor amargo. Disso eu não gosto.” 
 
  Clarissa Corrêa.