4 de agosto de 2013

Toda vez que eu pego na caneta para escrever...

Toda vez que eu pego na caneta para escrever qualquer rabisco que não tenha haver com você, por mais que eu tente escrever sobre amor, amizade, ódio, morte, sonhos, e qualquer outra coisa, todos os meus textos, do meio pro fim terminam em coisas sobre você e com um “eu te amo" escondido nas entrelinhas.” 
 
  Thiago Polycarpo.